VOLTAR PARA OS ARTIGOS

 

Impedância em Agrupamento de Caixas de Som

Data do artigo: 17/01/2015

Impedância em agrupamento de caixas de som.

É muito comum vermos situações em que um único amplificador será usado para amplificar mais do que duas caixas, neste caso surgem várias dúvidas em relação a como fazer a conexão destas caixas.

Antes de mais nada é muito importante entender que a impedância mínima de saída do amplificador e a impedância resultante do conjunto de caixas deve ser levada em conta para evitar danos ao amplificador e até as caixas de som.

Basicamente temos duas formas de agrupar caixas de som, em paralelo ou em série. Ao contrário do que imaginamos a ligação em paralelo faz com que a impedância resultante do conjunto de caixas fique menor a cada caixa que agrupamos. 

A fórmula abaixo determina a Impedância Resultante da Ligação em Paralelo.

Zp=impedância resultante.

Z1=Impedância da caixa 01

Z2=Impedância da caixa 02

Ligação em paralelo:

Ligação em série:

Por exemplo se usarmos duas caixas de som de 8 ohms ligadas em paralelo a impedância resultante será de 4 ohms, já se usarmos quatro caixas em paralelo a resultante será de 2 ohms. Até aqui tudo bem desde que seu amplificador seja capaz de entregar a potência total nesta impedância, porém vale lembrar que quão mais baixa for a impedância mais importante será a bitola dos cabos no sistema.

 

Uma ligação de caixas de som em série, ao contrário do que imaginamos, faz com que a impedância resultante do sistema seja a soma das impedâncias de cada caixa o sistema. Por exemplo, se ligarmos quatro caixas de 8 ohms em série teremos uma resultante final de 32 ohms. 

 

O que é muito útil e interessante de se fazer é mesclar a conexão destas caixas, ou seja, ligando grupos em paralelo e esses grupos em série. Por exemplo, como já foi dito, se ligarmos quatro caixas em paralelo teremos uma resultante final de 2 ohms, vamos chamar este grupo de grupo 01, assim se fizermos quatro grupos com 02 ohms cada (01/02/03/04) agora interligados em série temos uma resultante final de 8 ohms.

Naturalmente o amplificador terá que ter potência suficiente para alimentar as 32 caixas de som.

 

Quando não tivemos tantas caixas à disposição, resistores ôhmicos podem ser usados em substituição de caixas.